reforma transformadora

Eu amo reformar pois é possível transformar completamente algo existente em uma obra totalmente nova e diferenciada.

Ao contrário do que muitos pensam trabalhar com uma estrutura existente não é limitador, ao contrário, o próprio edifício nos "dá dicas" do que pode ser feito.

É como esculpir uma pedra bruta.


Primeiramente é importante ter uma conversa muito clara com os cliente sobre qual a necessidade detectada que os levaram a pensar em reforma.


Listar muito bem estas informações criando um programa de necessidades bem detalhado.


O próximo passo é fazer um levantamento da estrutura existente, eu particularmente gosto de fazer um amplo registro fotográfico para ter material para trabalhar em cima, além de registrar pontos importantes da construção que possam passar batidos.


Detalhes que precisam ser analisados e mapeados na hora de redesenhar a obra:

* localização dos pilares e vigas

* localização dos pontos elétricos e quadros de distribuição de energia

* localização dos pontos hidráulicos

* dimensionamento do padrão de entrada de energia


Também é muito importante fazer o levantamento das patologias existentes, pois será necessário encontrar alternativas para solucionar estes problemas.


Com tudo isso em mãos é hora de partir para o projeto.


Tendo o estudo preliminar em mãos muitas vezes é necessário a contratação de um engenheiro para verificar a questão estrutural.


Feito isso e aprovado o projeto pelo cliente chega a hora do detalhamento executivo do projeto e depois BORA QUEBRAR TUDO!

Abaixo uma foto bem legal da obra existente no processo de reforma o projeto de como ficará o resultado final.




5 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Em meus projetos fica evidente o quanto amo trabalhar com iluminação natural. No m eu blog arquitetura na web fiz uma postagem especial sobre isso. Clique no link abaixo e saiba mais: https://arquitet